terça-feira, 21 de março de 2017

Outono chegou devagarinho..... Dicas da Cristina Guardia

O Outono chegou devagarinho e temos que aprender com esta estação que é diferente das outras.
A Medicina Chinesa que está super ligada nas estações tem muito a nos ensinar com sua sabedoria milenar.
Escolhemos um texto publicado por Ana Rita Lopes que fala muito desta estação que acaba de chegar. 
Mais abaixo vamos saber sobre ela!




Segundo a Medicina Chinesa:


A época do ano também determina os alimentos que deve privilegiar. Não sabia?

Cada estação tem as suas características próprias, como sejam os órgãos consigo relacionados, a cor, o clima, o sabor, o sentido a si associado, entre outros.

Por isso, quando entramos numa nova estação devemos dar especial atenção às particularidades da mesma, a fim de fazer os ajustes necessários, nomeadamente na alimentação. Não devemos comer gelados no pico do Inverno, assim como não vamos para a praia comer sopa de feijão! O Outono não foge à regra e pede cuidados específicos.

Chegado o Outono é uma boa altura para a reflexão interior. 

Deixado para trás o reboliço do Verão, está na hora de dar um pouco de atenção ao interior e escutar as necessidades do corpo e da alma. É preciso começar a reforçar o organismo para o rigor do Inverno.

O Outono está relacionado ao elemento Metal e tem associados os órgãos Pulmão e Intestino grosso. O picante é o seu sabor.

Nesta época recomendam-se os alimentos de energia neutra, de modo a equilibrar, e temperada, para tonificar. Devem abundar na dieta os vegetais de cor branca, como o nabo, o alho, a cebola, e o gengibre, a pêra e as sementes oleaginosas.





Aconselham-se portanto os cereais como o arroz, cevada, aveia e arroz glutinoso; sementes de girassol, de sésamo, amêndoas, castanhas, nozes; os vegetais mencionados anteriormente, mais as couves de Bruxelas, brócolis e couve-flor; soja, feijão azuki e lentilhas; peixe branco e azul; algas; ovos; lacticínios magros (com moderação, pois em excesso podem causar mucosidade); carnes magras, como o frango; fruta da época, maçã, laranja, tangerina; ervas aromáticas: tomilho e salva. Entre outros alimentos da mesma natureza.



Os alimentos devem ser cozinhados por mais tempo. Dê preferencia para os guisados, estufados, sopas e pratos do gênero.

Devem evitar-se os alimentos de energia fria e ter em conta os frescos.

Texto retirado da interner: 
Autora  Ana Rita Lopes, ESMTC.


Acompanhe outras dicas do outono. 
Compartilha!
Seja nossa seguidora!

#outono2017
#outonochegandodevagarinho
#tátudomuitoigual
#VempraCristinaGuardia
Postar um comentário