quarta-feira, 24 de julho de 2013

É vintage ou é retrô?



Em uma matéria para o site iBahia, Emília Oliveira afirma que a confusão entre os dois conceitos é comum, já que ambos são frequentemente utilizados no vocabulário do mundo da moda.
 
“As tendências fashion mostram que a moda é altamente cíclica, ou seja, peças que faziam sucesso no passado voltam como hits de tempos em tempos.”
 
Para ela, exemplos como a “calça boca de sino, referência da década de 1970, óculos gatinho, da década de 1950, e o corte Chanel, febre na década de 1920” representam tendências do passado que vão e voltam sempre.
 
“Vintage é tudo o que é antigo de fato e continua fazendo sucesso”. Uma peça guardada no fundo de nossos guarda roupas pode ser vintage. Os pré-requisitos são dois: a peça deve estar conservadíssima, e compor um look com outras peças tendência atuais.
 
Retrô, por sua vez, é um conceito de referência, usado para descrever roupas, objetos, coleções, móveis, entre outros, que foram inspirados em peças antigas – como uma releitura de clássicos. Retrô em nada tem a ver com um “estilo vovó” de se vestir.
 
Vintage versus Retrô
“Vintage é algo velho com cara de novo e retrô é algo novo com cara de velho”.
 
 
Curta nossa FANPAGE no Facebook!
 
Postar um comentário