quarta-feira, 12 de junho de 2013

O Dia dos Namorados

O Dia dos Namorados ou Dia de São Valentim é uma data especial e comemorativa na qual se celebra a união amorosa entre casais sendo comum a troca de cartões e presentes com simbolismo de amor, tais como as tradicionais caixas de bombons. Em Portugal, assim como em muitos outros países, dentre eles os Estados Unidos, a data é comemorada em 14 de fevereiro.


No Brasil, a data é comemorada no dia 12 de junho, véspera do dia de Santo Antônio, também conhecido pela fama de "casamenteiro" e faz parte das tradições Juninas.
Santo Antônio

A história do Dia de São Valentim remonta a um obscuro dia de jejum tido em homenagem a São Valentim. A associação com o amor chega depois do final da Idade Média, durante o qual o conceito de amor romântico foi formulado.

O bispo Valentim lutou contra as ordens do imperador Cláudio II de Roma que havia proibido o casamento durante as guerras por acreditar que os solteiros eram melhores combatentes.
São Valentin

Além de continuar celebrando casamentos, ele se casou secretamente, apesar da proibição do imperador. A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte. Enquanto estava preso, muitos jovens lhe enviavam flores e bilhetes dizendo que ainda acreditavam no amor. Enquanto aguardava na prisão o cumprimento da sua sentença, ele se apaixonou pela filha cega de um carcereiro e, milagrosamente, devolveu-lhe a visão. Antes da execução, no dia 14 de fevereiro, provavelmente do ano de 270 DC., Valentim escreveu uma mensagem de adeus para ela, na qual assinava como Seu Namorado ou De seu Valentim.

Outras histórias sugerem que Valentine pode ter sido morto por tentar ajudar os cristãos a fugir prisões romanas, onde eram muitas vezes espancados e torturados.


Alguns estudiosos dizem que a igreja cristã pode ter decidido colocar dia da festa de São Valentim no meados de fevereiro, em um esforço para "cristianizar" a celebração pagã de Lupercalia. Celebrado no idos de fevereiro, ou 15 de fevereiro de Lupercalia era um festival da fertilidade dedicado a Faunus, o deus romano da agricultura, bem como aos fundadores romano Rômulo e Remo.
O mito da fundação de Roma tem como protagonistas os gêmeos Rômulo e Remo. Abandonados em um cesto nas águas do Rio Tibre, eles foram salvos por uma loba, que os amamentou e os viu crescer. Adulto, Rômulo matou Remo e, em seguida, fundou Roma oito séculos antes de Cristo.

Dia dos Namorados começou a ser popularmente comemorado em todo o século 17. Nesta época era comum para amigos e amantes de todas as classes sociais a troca de pequenos símbolos de afeto ou notas escritas à mão, e em 1900, cartões impressos começaram a substituir as cartas escritas devido a melhorias na tecnologia de impressão. 

Os cartões eram uma maneira fácil para as pessoas expressarem suas emoções em um momento em que a expressão direta dos sentimentos era desencorajada. Tarifas postais mais baratas também contribuíram para o aumento na popularidade de enviar saudações no Dia dos Namorados. Os americanos provavelmente começaram a trocar cartões feitos à mão no dia de São Valentim no início de 1700. 

Mas foi na década de 1840 que Esther A. Howland começou a vender o primeiro lote de cartões produzidos em massa nos Estados Unidos. Conhecida como a "Mãe do Valentine", fez criações elaboradas com rendas de tecidos, fitas e fotos coloridas.
 Esther A. Howland
Hoje, segundo a Associação de Cartões dos Estados Unidos, cerca de 1 bilhão de cartões do Dia dos Namorados são enviados a cada ano no mundo só ultrapassado pelo período de Natal.

Cartão Antigo do Dia dos Namorados - Esther A. Howland
Estima-se que as mulheres compram aproximadamente 85% dos todos os presentes do Dia dos Namorados.


Postar um comentário